Metodologia

Metodologia de Ensino

Cada pessoa aprende de eu jeito e possui necessidades, capacidades e ritmos próprios. As minhas aulas procuram ao máximo respeitar estas características. Para tanto, inicialmente, eu faço uma avaliação dos elementos citados acima, verificando assim as dificuldades, necessidades e a velocidade com que o aluno aprende. Tudo para determinar o foco e o ritmo das aulas.

Exemplo: um aluno de primeiro ano de Engenharia que está há alguns anos fora da escola e está presente numa aula da faculdade, na qual tudo parece ser grego ou ele tem a impressão que o professor está correndo muito com a matéria.

Fazendo esta avaliação, podemos determinar se o problema está:

- No ritmo muito acelerado do professor. Neste caso, a solução está numa aula mais pausada, com explicações detalhadas de cada passo do conteúdo ou dos exercícios.

- Falta de base anterior. A aula deve então focar estes elementos, sem se esquecer do conteúdo atual.

- Os dois fatores juntos. Devemos, então começar num ritmo mais devagar, relembrando o que é considerado pré-requisito e avançando com o conteúdo paulatinamente, num ritmo adequado à aprendizagem do aluno e ao conteúdo da disciplina.

Este exemplo pode ser aplicado a muitos outros alunos nos mais diversos níveis e situações. Alunos com as mais diversas condições e objetivos

Estes objetivos são alcançados com um profundo conhecimento pedagógico e dos conteúdos ministrados e da utilização de modernos recursos tecnológicos, como por exemplo, simulações de situações, experimentos e conceitos encontrados em sites educacionais reconhecidos no Brasil e no mundo.

Exemplo: http://phet.colorado.edu

Lógico que para que o processo funcione, é fundamental a boa vontade e o empenho dos alunos.

Façamos assim, então: eu entro com o conhecimento e com a experiência e você entra com o esforço e boa vontade e os resultados certamente virão.

BOM ESTUDO!

reverse phone lookupTattoo DesignsSEO